• jcsamerican

Gestão de Telecom


O que sua área de TI está fazendo (ou deveria estar fazendo) para gerenciar eficaz e economicamente os gatos de telecomunicação?

As empresas de um modo geral, mas principalmente as de médio e grande porte, que possuem uma quantidade considerável de recursos ou consumo de telecomunicação, seja ela de voz ou de dados, geralmente não possuem tempo para controlar estes recursos e tampouco possuem pessoas com conhecimentos específicos para uma gestão eficaz.

Como consequência, muitas vezes, estas empresas acabam tendo despesas de telecomunicação superiores às que poderiam ter ou utilizam recursos com qualidade abaixo das suas necessidades. As diversas opções de fornecimento destes serviços, aliada às novas tecnologias e combinado com uma gestão eficaz, pode significar uma redução significativa destas despesas com aumento de qualidade dos serviços.

Algumas atividades são imprescindíveis para a prática desta gestão eficaz, como as que serão informadas a seguir.

Há mais de uma década, notadamente nos EUA, a esta prática de gestão foi dado o nome de TEM – Telecom Expense Management.

Lá eles alegam que podem economizar mais de 10% dos gastos anuais com telecomunicações ao verificar e comparar sistematicamente as contas da operadora e os serviços utilizados. Aqui no Brasil, este percentual pode saltar a casa dos 50% visto a diferença encontrada nos preços entre operadoras, planos vigentes e o modo com que as empresas encaram e tratam tal despesa.

Se esta gestão de despesas com telecom tem como objetivo produzir economias e controle dos gastos com telecomunicações, com o uso de ferramentas automatizadas e processos comerciais, os CFOs deveriam se conscientizar sobre as economias e o controle de custos que são possíveis com esta prática e os CIOs deveriam adotá-las no gerenciamento destes recursos e controle da configuração da rede. Porém, ainda longe disto e com raras exceções, os CFOs desconhecem tais práticas e os CIOs, atarefados com prioridades mais contundentes do dia-a-dia deixam à margem a prática real de uma gestão eficaz.

Sabemos que a mão de obra especializada na área de telecomunicações dentro das organizações é muito rara. Isto é fruto das alterações que foram sendo praticadas no mercado de trabalho, iniciada nos anos 90, com a absorção da área de telecomunicação pela área de TI. Não fazia sentido existirem duas áreas específicas dentro da mesma empresa. Os profissionais de telecomunicação que estavam nas organizações, ou se adaptaram, buscando conhecimento na área de TI, ou acabaram buscando trabalho nas empresas de telecom, diga-se aqui, as operadoras, ou inúmeras empresas que oferecem venda e suporte técnico neste mercado. Muitos destes profissionais acabaram sendo bem sucedidos como empresários e criaram suas próprias empresas.

Em contra partida, a universidade que forma a maior parte dos profissionais da área de TI, não estendem o conteúdo programático suficientemente para dar o mínimo de conhecimento da área de telecom. Temos aí pessoas que, não obtendo conhecimento por sí só, acabam tendo que enfrentar as necessidades da área sem as devidas competências.

#gestão #controlederecursos #controlededespesas

0 visualização